Os Golden State Warriors venceram domingo na receção aos Cleveland Cavaliers por 122-103 e lideram agora a final da NBA por 2-0.

Depois de no primeiro jogo só terem conseguido superar os Cavs no prolongamento (124-114), os detentores do troféu foram, desta vez, muito superiores, liderando o encontro do início ao final, comandados pela magia de Stephen Curry.

O 30 dos Warriors foi o melhor marcador do jogo, com 33 pontos, com 11 tiros de campo convertidos, em 26 tentados, incluindo um recorde em finais de nove triplos, em 17, tendo ainda acrescentado oito assistências e sete ressaltos.

Kevin Durant, com 26 pontos, incluindo uma muito melhor seleção de lançamentos do que no Jogo 1 (10 marcados em 14 tentados), nove ressaltos e sete assistências, e Klay Thompson, com 20 pontos, estiveram também em muito bom plano.

Na defesa, reinou Draymond Green, que acabou o encontro com cinco pontos, oito ressaltos e sete assistências, enquanto JaVale McGee (12 pontos), promovido ao cinco, e Shaun Livingston (10) não falharam qualquer lançamento – 11 em 11 em conjunto.

Quanto aos Cavs, LeBron James, que tinha dominado o jogo inaugural, com 51 pontos, «ficou-se» pelos 29, mais 13 assistências e nove ressaltos, números de grande qualidade, mas, uma vez mais, insuficientes. Só saiu com o jogo arrumado.

Nos forasteiros, que falharam muito na defesa, destaque ainda para os 22 pontos e 10 ressaltos de Kevin Love, os 15 pontos de George Hill e os 11 de Tristan Thompson.

A final, que pode já não voltar a Oakland, se os Warriors vencerem os dois próximos encontros, prossegue na quarta-feira, em Cleveland.