Um Benfica com ambição europeia, mas com a hierarquia de objectivos bem definida. Foi esta a mensagem de Jorge Jesus, na antevisão do encontro com o Hertha de Berlim, da primeira mão dos dezasseis-avos da Liga Europa.
O técnico quer chegar longe na competição europeia, mas assume claramente que o objectivo prioritário é outro, ao contrário do que definiu na época passada, ao serviço do Sp. Braga. «Nessa altura a prioridade era a Europa, pois estávamos nos oitavos-de-final e nunca tínhamos chegado tão longe na prova. No Benfica é diferente. Estamos em primeiro lugar e o objectivo é a Liga», disse Jesus, em conferência de imprensa.
Embora reconheça que o objectivo primordial é outro, o treinador do Benfica não renúncia à ambição europeia, antes do jogo da Alemanha, país onde o seu clube nunca venceu. «Queremos fazer história. O treinador do Hertha atribui-nos o favoritismo, exactamente devido ao nosso historial», disse Jesus, que reconhece que o adversário «não está a fazer um bom campeonato», mas ainda assim espera um opositor «forte, que vai criar dificuldades».