Jorge Jesus, treinador do Benfica, considerou o empate justo na batalha de Guimarães, para a Taça da Liga. O técnico gostou da atitude da equipa e confessou ter inovado na abordagem táctica. «Jogámos no seja o que Deus quiser
«Fica a boa imagem da entrega dos atletas. Tivemos algumas dificuldades na adaptação ao relvado. Não estamos habituados a treinar e a trabalhar com chuva, ao contrário do Vitória. Em Guimarães chove muito. Na segunda parte meti o Cardozo e fomos mais eficazes no futebol directo. O Coentrão teve dois bons lances para marcar. Mas isto hoje não teve nem futebol nem táctica. Foi jogar no seja o que Deus quiser