Paulo Bento e Paulo Sérgio, treinadores de Sporting e Paços de Ferreira, respectivamente, em declarações à Sport Tv, a analisarem o jogo entre as duas equipas, que terminou com vitória sportinguista (2-0):

Paulo Bento:

«É natural que o golo madrugador permita alguma tranquilidade e gestão do jogo. Liberta os jogadores de alguma pressão, mas sabemos que, nos nove jogos que faltam, não vamos conseguir marcar sempre cedo. É preciso saber gerir os momentos do jogo. Hoje fizemo-lo bem. Continuamos a produzir muitas oportunidades e a revelar uma eficácia baixa. A equipa jogou bem, conseguiu dominar o jogo. Mesmo na segunda parte controlou bem, defensivamente. É uma vitória que me parece justa, que podia ter mais um ou outro golo.»

«Temos de esperar por alguns erros dos adversários, é um facto. Candidatos ao título nunca deixámos de o ser, não seria agora.»

[como motivar a equipa para Munique?] «O orgulho e a dignidade do clube, dos jogadores e da equipa técnica, devem estar presentes em todos os jogos. Mais importante que saber se temos oportunidade de discutir a eliminatória, é saber que temos hipóteses de discutir o jogo. Não estivemos bem na primeira mão. Agora cabe-nos rectificar.»

Paulo Sérgio:

«Sofremos um golo muito consentido, na transição para o ataque, e depois de bola parada, quando temos maior estatura. Colocámo-nos em sarilhos. Depois o Sporting soube gerir a posse de bola e cobriu bem os espaços. A equipa não teve a crença que esperávamos. Devíamos ter sido mais agressivos. Contra estas equipas não se podem cometer este tipo de erros.»