Jorge Simão, treinador do Boavista, na sala de imprensa do Municipal Engº Branco Teixeira, em Chaves, após o empate sem golos frente ao Chaves para a 13ª jornada da Liga.

[Se é uma igualdade justa]

«Acho que não. A igualdade assentaria bem naquilo que foi o jogo, mas teria que ser com golos. Foi um jogo intenso, emotivo, com muitas oportunidades de parte a parte.»

«Na primeira parte tivemos duas bolas claras de golo, o Chaves também, com uma bola de poste, que podia ser um grande golo. Na segunda parte tivemos oportunidades nos dois lados. Deveria ter sido traduzida com golo esta igualdade.»

[Se o ponto satisfaz]

«É um ponto. Lembro-me da classificação na escola, que era satisfaz, satisfaz mais, excelente… é positivo, como na escola, não é um excelente ou um satisfaz bastante, mas é um satisfaz.»