Chuva prevista para a hora do jogo:

Depois de um domingo anormalmente soalheiro e uma manhã de segunda-feira amena, o frio e especialmente a chuva apareceram em força e devem manter-se até ao pontapé de saída do jogo entre o ManUtd e o F.C. Porto.

Três mil dragões nas bancadas:

Número relevante: o F.C. Porto terá à volta de três mil adeptos em Old Trafford. A grande maioria viaja de Portugal no dia do próprio jogo, mas alguns partem de outras cidades inglesas.

26 televisões transmitem em directo a partida:

26 televisões de todo o mundo terão jornalistas em Old Trafford para narrar em directo o duelo entre os red devils e os dragões.

Inglaterra e Portugal: o futebol de «A» a «Z»:

A «United Review», revista oficial do Manchester United, faz um interessante trabalho sobre a relação entre o futebol português e os red devils. De «A» a «Z» há lugar para nomes como Eusébio, derrotado pelo ManUtd com a camisola do Benfica na final europeia de 1968, e Carlos Queiroz, o «tranquilo» ex-adjunto de Ferguson. O Sporting, clube formador de Cristiano Ronaldo, e o Boavista, que visitou Old Trafford na temporada 2001/02 também marcam lugar nas páginas da publicação.

Quatro em risco para a segunda-mão:

Wayne Rooney está a um cartão amarelo de falhar o jogo do Estádio do Dragão. Isto do lado do Manchester United. No F.C. Porto, Sapunaru, Rodríguez e Hulk também estão em risco.

Sete totalistas no F.C. Porto:

Bruno Alves, Rolando, Fernando, Raul Meireles, Lisandro, Hulk e Rodríguez alinharam nos oito jogos já disputados pelos portistas na Liga dos Campeões.

Os dois piores ataques em prova:

Dos oito clubes ainda em prova, Manchester United e o F.C. Porto têm o pior ataque: ambas as equipas marcaram onze golos até ao momento (nove na fase de grupos e dois nos oitavos-de-final).

As duas maiores vitórias de cada lado:

A maior vitória do Manchester United desde que existe Liga dos Campeões aconteceu a 10 de Abril de 2007. Nessa noite, os ingleses receberam e golearam a AS Roma por 7-1. Do lado do F.C. Porto, recorde absoluto para o 0-5 aplicado ao Werder Bremen a 30 de Março de 1994.