O Senegal carimbou esta sexta-feira a presença no Mundial 2018 ao bater a África do Sul, em jogo da 5.ª jornada do Grupo D.

Os senegaleses entraram na partida praticamente a vencer. Ao décimo segundo minuto, Mané assistiu Diafra Sakho para o tento inaugural.

Ainda na primeira parte um autogolo de Thamsanqa Mkhize permitiu ao Senegal alargar a vantagem. Um lance infeliz visto que o guarda-redes sul-africano, Khune conseguiu suster o remate de Mané, mas Mkhize tropeçou e acabou por introduzir a bola na própria baliza.

 

Esta vitória significa que o Senegal vai voltar a disputar um Campeonato do Mundo, algo que não acontece desde 2002. Além disso, este triunfo acabou com as esperanças do Burkina Faso de Paulo Duarte em qualificar-se para a competição.

África do Sul e Cabo Verde também ficaram excluídos.