«O Juan é muito bom jogador e olho para ele como tal. Não o vejo como um jogador especial devido a certas circunstâncias», disse José Mourinho em conferência de imprensa, nesta sexta-feira.

«Na minha carreira, são 20, 30 ou 40 os que foram meus jogadores e, por alguma razão, foram transferidos ou decidiram sair. Portanto, para mim não é um problema, ele é muito bom jogador e os muito bons jogadores são perigosos», rematou o técnico do Chelsea.

Problema para Mourinho é mesmo a lesão de Loic Remi, que está fora da partida. Já Diego Costa, Ramires e Obi Mikel têm «possibilidades remotas» de entrarem em campo. «Diego Costa sofreu de um vírus esta semana e fez treino individual hoje [sexta-feira]», revelou o português.

Quanto ao jogo, Mourinho declarou que vai «respeitar um dos adversários mais difíceis da Premier League», embora não haja razões para o Chelsea «mudar o sentimento positivo» que tem estado a ter.

«Gosto de ir a Old Trafford, gosto de jogar lá. E já lá fui com quatro clubes», lembrou o treinador dos londrinos, líderes do campeonato.

Por isso mesmo, o Chelsea vai a Manchester «tentar o melhor resultado, como sempre» acontece em todos os jogos.