Maisfutebol

A primeira conclusão é que houve muito Hulk no F.C. Porto-Sporting. O que não significa que tenha sido um Hulk de qualidade. O avançado portista entrou em jogo 58 vezes, das quais 33 na primeira parte e 25 na segunda. Mesmo assim só conseguiu dar nas vistas uma vez, num remate (efectuou três durante todo o jogo) de livre que saiu pouco ao lado. Os outros dois tiros à baliza foram claramente inconsequentes.

Nesse aspecto, Liedson esteve bem mais forte. Teve muito menos intervenções em jogo (apenas 32, 18 na primeira parte e 14 na segunda, o que é pouco mais de metade do que fez Hulk), mas intervenções de maior qualidade. Basta dizer que fez três remates, dois deles com perigo e um acabou mesmo por embater na trave. Por isso se diz que houve mais Hulk neste sábado em campo, mas houve muito melhor Liedson.

Mas há mais factos que ajudam a explicar esta conclusão. Por exemplo, Hulk tentou quatro movimentos de ruptura, todos em iniciativas individuais: nenhum deles teve sucesso. Dos três passes de ruptura que efectuou, também nenhum criou perigo. Outro exemplo: Hulk teve 16 perdas de bola (8 na primeira parte e 8 na segunda), o que levou os adeptos quase à loucura. Aliás, na segunda parte o brasileiro ouviu assobios.

Já Liedson foi bem mais discreto. Não tentou nenhum movimento de ruptura, nem fez nenhum passe de ruptura, também não é esse o aspecto em que o sportinguista é forte, mas claramente menos bolas do que o portista: apenas três, contra 16 do azul e branco. Um aspecto em que Liedson costuma ser forte e desta vez não se evidenciou foi nas recuperações de bola. Pressionou pouco, por isso só teve duas recuperações.

HULK:

Intervenções: 58 no total (33 na primeira parte, 25 na segunda)

Remates: 3 no total (1 na primeira parte, 2 na segunda, 1 com perigo)

Movimentos de ruptura: 4 no total (3 na primeira parte, 1 na segunda, todos sem sucesso)

Passes de ruptura: 3 no total (1 na primeira parte, 2 na segunda, 0 com perigo)

Passes certos: 12 no total (7 na primeira parte, 5 na segunda)

Passes errados: 2 no total (2 na primeira parte, 0 na segunda)

Perdas de bola: 16 no total (8 na primeira parte, 8 na segunda)

Faltas sofridas: 4 no total (3 na primeira parte, 1 na segunda)

Faltas cometidas: 4 no total (3 na primeira parte, 1 na segunda)

Recuperações de bola 2 no total (1 na primeira parte, 1 na segunda)

Foras-de-jogo: 0

Assistências: 0

Golos: 0

LIEDSON:

Intervenções: 32 no total (18 na primeira parte, 14 na segunda)

Remates: 3 no total (2 na primeira parte, 1 na segunda, 1 à barra, 2 com perigo)

Movimentos de ruptura: 0

Passes de ruptura: 0

Passes certos: 7 no total (4 na primeira parte, 3 na segunda)

Passes errados: 1 no total (1 na primeira parte, 0 na segunda)

Perdas de bola: 3 no total (3 na primeira parte, 0 na segunda)

Faltas sofridas: 3 no total (2 na primeira parte, 1 na segunda)

Faltas cometidas: 4 no total (2 na primeira parte, 2 na segunda)

Recuperações de bola 1 no total (0 na primeira parte, 1 na segunda)

Foras-de-jogo: 0

Assistências: 0

Golos: 0