O rapaz de 20 anos, de origem albanesa, foi acusado pelo ato de invadir um recinto desportivo e pode estar em maus lençóis.

Pois bem, Cristiano Ronaldo enviou uma carta ao procurador de Miami pedindo clemência para Ronald Gjorka (assim se chama, de acordo com a imprensa norte-americana). «Compreendo a necessidade de fazer cumprir a lei, mas peço-vos que deixem cair as duas acusações contra este jovem», pede o internacional português.

Recorde a imagem.