O Maisfutebol desafiou os jogadores e treinadores portugueses que atuam no estrangeiro, em vários cantos do mundo, a relatar as suas experiências para os nossos leitores. São as crónicas Made in Portugal:

BRUNO CARVALHO, BERCHEM SPORT (BÉLGICA)

«Olá a todos,

Mais uma vez venho escrever sobre a minha aventura na Bélgica. Com o final de época a aproximar-se, posso fazer o balanço de uma época difícil em vários aspetos.

Começo pela mudança de clube e por tudo o que isso envolve: rotinas, horários e até alguns hábitos. Mesmo assim, foram seguramente mais os aspetos positivos do que negativos. Depois de uma lesão, consegui voltar a um bom nível e marcar alguns golos que foram e são importantes para o meu atual clube.

Vou realizar apenas mais um jogo esta temporada, no princípio do mês de maio, e espero que seja uma despedida vitoriosa. Será com alguma certeza o último jogo em solo helga pois tenciono voltar ao meu país e continuar a fazer aquilo que mais gosto: jogar futebol. No futebol não há certezas mas caso surja uma boa oportunidade para a minha carreira em solo português de certeza que não irei recusar.

Acabando a época é altura de voltar a ‘casa’ e gozar umas merecidas férias junto da família e de amigos que tanto nos apoiam enquanto estamos longe. É sempre uma altura que aguardo com alguma ansiedade pois sinto muita falta das pessoas que me ajudam e ajudaram a ser o que sou hoje em dia. Serão certamente momentos com muita alegria e felicidade.

Gostava de deixar uma palavra sobre o meu clube do coração , o Sporting Clube de Portugal, pois fez uma época extremamente positiva, que culminou com o apuramento direto para a fase de grupos da Liga dos Campeões.

Espero que esta época tenha sido o ponto de partida para termos um Sporting cada vez mais forte e que possa lutar por títulos, mas sempre continuando com a humildade e a organização que agora existe em Alvalade.

Foi uma clara demonstração de qualidade dos jovens portugueses que se formam em Alcochete e nas Academias de todo o país. Agora há que continuar e estes exemplos só podem ser encarados como forma de motivação para milhares de jovens que temos no nosso País e que sonham em chegar ao topo do futebol nacional.

Quero por último deixar uma palavra de agradecimento a todos os que me proporcionaram esta oportunidade de vos transmitir um pouco do meu dia a dia e da minha carreira e especialmente ao Vitor Hugo Alvarenga pois foi ele o elo de ligação com todos vós.

Um grande abraço e os melhores cumprimentos,

Até breve,

Bruno Carvalho»

Conteúdo editado por: Vítor Hugo Alvarenga