«Futebol popular a preços populares» e «Não ao futebol negócio». Duas tarjas exibidas por elementos da claque Diabos Vermelhos, no topo de um prédio com vista privilegiada para o relvado do Estádio Marcolino de Castro!

Um protesto arriscado, de facto, levado a cabo por cerca de 30 adeptos do Benfica. Tudo devido ao elevado preço dos ingressos para o jogo no terreno do Feirense. Elevado, naturalmente, na opinião dos protestantes. Recorde-se que para os não sócios, o valor dos bilhetes ia dos 25 aos 60 euros.

No telhado de um apartamento em Santa Maria da Feira, estes adeptos gritaram, cantaram e viram o jogo à borla. E, claro, chamaram a atenção, como este texto comprova.