A última sessão de treinos para o GP do Qatar de MotoGP vai ser feita à noite e com a pista molhada para que os pilotos possam ter uma noção da visibilidade em corrida sob essas condições.

O GP do Qatar abre o Mundial de MotoGP no domingo 18 de março. Na noite da véspera far-se-á uma sessão de 30 minutos com todos os pilotos a saírem em conjunto do pit lane e a rodarem na pista molhada em simultâneo para simular o spray da corrida.

Depois de no ano passado treinos terem sido cancelados e a corrida de MotoGP adiada, a organização quer ter a certeza de que o reflexo das luzes dos holofotes na corrida noturna não perturbará a visibilidades dos pilotos em prova.

“Temos de descobrir se é ou não viável ter motos numa pista molhada debaixo de luzes. Temos de saber de uma vez por todas. E depois partimos daí para saber o que fazer se chover. Essa é a questão número um”, afirmou o diretor de corrida do MotoGP ao «Crash.net», que ainda serem os pilotos a tomar a decisão final.

Mike Webb admite que “se a resposta for ‘não’ não se correrá na chuva”. “Se a resposta for ‘sim’ decidiremos o que fazer se chover durante o grande prémio”, acrescentou o responsável.

As corridas de Moto2 e Moto3 estão fora desta equação porque serão feitas durante o dia.

A partir de quinta-feira, os pilotos do MotoGP estarão no Qatar para realizarem os últimos testes de pré-época do calendário.