O circuito de Montmeló em Barcelona recebeu esta quarta e quinta-feira, o teste oficial da primeira temporada da Taça do Mundo de Carros de Turismos (WTCR). O formato que une WTCC e TCR chega com uma grelha de pilotos apetecível, novas equipas, novos carros e novas regras, mas herda também muito do agora extinto Campeonato do Mundo.

Marrocos abre as hostilidades da nova temporada composta por 10 provas. No Circuito de Moulay El Hassan, o marroquino Medhi Bennani será o cabeça de cartaz, mas o desafio não será fácil para o piloto da casa que tem uma forte concorrência pela frente. Em ação estarão os melhores da modalidade:

  • Campeões WTCC: Thed Björk, Rob Huff, Yvan Muller, Gabriele Tarquini
  • Vencedores do Troféu: Mehdi Bennani, Tom Coronel, Norbert Michelisz
  • Vencedores WTCC: Yann Ehrlacher, Esteban Guerrieri, Gianni Morbidelli, Pepe Oriola
  • Campeões BTCC: Fabrizio Giovanardi, Gordon Shedden, James Thompson
  • Vencedores TCR: Aurélien Comte, Benjamin Lessennes, Jean-Karl Vernay
  • Jovens promessas: Denis Dupont, John Filippi, Mato Homola, Norbert Nagy, Aurélien Panis, Zsolt Szabó

Tiago Monteiro será a grande ausência da prova de abertura por não estar 100% recuperado.

Estrutura das corridas

O formato de fim de semana mantém-se, mas com uma terceira corrida em vez de duas.Uma sessão de qualificação e uma corrida terão lugar no dia de abertura, com o segundo dia a entrar em consonância com a antiga configuração do WTCC: uma sessão de qualificação em três fases e duas corridas com a primeira a utilizar o sistema de grelha invertida.

Dia um

  • Treino Livre 1 (30 minutos)
  • Treino Livre 2 (30 minutos)
  • Qualificação (30 minutos, 40 minutos nos circuitos de rua)
  • Corrida 1

Dia dois

  • Qualificação Q1 (20 minutos, 30 minutos nos circuitos de rua)
  • Qualificação Q2 (10 minutos, 15 minutos nos circuitos de rua)
  • Qualificação Q3 (top-5)
  • Corrida 2 (top 10 posições após a segunda qualificação ser invertida)
  • Corrida 3 (grelha de acordo com a ordem combinada após o Q3)

Pontos

  • Q3 (5 pilotos mais rápidos) ordem de pontuação: 5-4-3-2-1
  • Corrida 1 (10 melhores classificados) ordem de pontuação: 27-20-17-14-12-10-8-6-4-2
  • Corrida 2 (10 primeiros classificados) ordem de pontuação: 25-18-15-12 -10-8-6-4-2-1
  • Corrida 3 (10 primeiros classificados) ordem de pontuação: 30-23-19-16-13-10-7-4-2-1

Inscrições

Serão aceites no máximo 26 inscrições com prioridade para as equipas TCR Internacional, que deixarão de competir, assim como para as equipas WTCC. Duas outras inscrições wildcard serão permitidas em cada prova, a critério da EEL e da FIA.

Balance of Performance (BOP) e Lastro de Sucesso

Os carros de corrida TCR são muito diferentes dos WTCC (TC1), pois são o que há de mais próximo possível com os modelos que encontramos dia-a-dia nas estradas: a carroçaria é a mesma, o chassis, etc...Há diferenças (claro). Os motores são modificados para terem uma performance possível para a competição. E para apimentar as coisas, os departamentos técnicos da FIA e do TCR determinarão o equilíbrio de desempenho - Balance of Performance (BOP) - em cada prova, enquanto o lastro de sucesso será atribuído ao piloto.