Para o banco vão desta vez o central Rolando e o avançado Hulk. De resto, Helton (que nem foi convocado) cede o lugar a Nuno na baliza, como já se sabia à partida. O resto da equipa é todo ele o mais utilizado normalmente durante a época.

Do lado do E. Amadora, Lázaro não tem a habitual dupla de centrais, Nuno André e Tengarrinha, ambos ausentes por lesão. Surpreendente é que o treinador tenha deixado o único central de raiz (Mustafá) no banco, fazendo duas adaptações: o médio Vidigal e o lateral/extremo Moreno.

Equipas oficiais:

F.C. PORTO: Nuno; Sapunaru, Stepanov, Bruno Alves e Cissokho; Fernando, Raul Meireles e Lucho; Mariano, Lisando e Rodriguez.

Suplentes: Ventura, Rolando, Tomás Costa, Madrid, Tarik, Hulk e Farias.

E. AMADORA: Nélson; Hugo Gomes, Vidigal, Vítor Moreno e Ney Santos; Fernando Alexandre e Marcelo Goianira; Celestino, Jardel e Varela; Anselmo.

Suplentes: Filipe Mendes, Mustafá, Vítor Vinha, Nélson Pedroso, Marco Paulo, Pedro Pereira e Ndiaye.