A poucos dias antes de voltar a uma cidade onde o FC Porto já foi muito feliz, Gelsenkirchen, Héctor Herrera fala da Liga dos Campeões com ambição. Mas também com a noção da dificuldade extrema que a prova representa. 

O mexicano abriu o coração à Dugout, uma plataforma que junta conteúdo exclusivo de alguns dos maiores emblemas europeus, antes da visita ao Schalke 04. 

«Pergunto-me se conseguirei um dia ganhar a Liga dos Campeões. Sinto que fica mais difícil a cada ano que passa. Mas é uma competição que tem de ser jogada com alegria, jogo a jogo. Temos de ter prazer em jogá-la, mas sempre com a noção da responsabilidade», referiu o capitão azul e branco, a fazer a sexta temporada no Dragão e com o contrato a expirar em junho de 2019

E o que pode, afinal, esperar o FC Porto de mais uma presença na Liga dos Campeões, após a chegada aos oitavos-de-final na campanha anterior?

«Temos de sonhar e ir pouco a pouco. Este ano não é exceção. Queremos sonhar e atingir coisas importantes.»