Sérgio Conceição reconhece ter faltado «inteligência» à equipa do FC Porto para interpretar o que o jogo contra o Liverpool pedia. Declarações no auditório do Estádio do Dragão, após a histórica goleada sofrida às mãos dos «reds».

«Temos o foco no campeonato mas queríamos ir o mais longe possível. Estamos a pensar no campeonato, mas também neste jogo. Tenho de tirar ilações, ver e analisar o que não correu tão bem. Percebi quais foram os nossos erros. Esta equipa foi feita sobre o que é a dificuldade e dessa conseguimos arranjar uma equipa.»

[sobre o jogo em Anfield]

«Em Liverpool vamos dar uma resposta completamente diferente. Não vi as estatísticas, mas penso que em seis ou sete remates enquadrados fizeram cinco golos. Jogar contra o Liverpool já é difícil, até é capaz de ser mais forte fora do que em casa. É uma equipa muito rápida e objetiva. Contra uma equipa deste nível faltou inteligência de jogo para perceber o que o jogo pedia.»

[sobre aspetos táticos]

«O corredor central tinha de ser uma passagem e não ficar com a bola. O trio do meio campo era muito forte. Não interpretámos bem o que tínhamos preparado. Foi um dia menos bom para alguns jogadores e para mim claro.» 

 

[sobre o discurso pós-jogo no balneário]

«Disse aos jogadores que há dias menos bons. Hoje coincidiu com um jogo onde defrontamos uma equipa muito boa, de topo. Este jogo de hoje tinha de ser a base para o que vem aí pela frente nos dois objetivos que temos. Tinha de partir daqui o sucesso que vamos ter no futuro.»