Com sete pontos conquistados, o Feirense faz parte do grupo de equipas que segue no topo da tabela. Este registo alcançado nos três primeiros jogos representam o melhor arranque de sempre dos fogaceiros na Liga.

Ora, no próximo sábado, a equipa de Nuno Manta vai a Alvalade defrontar o Sporting, uma das três equipas com quem o Feirense partilha a liderança. Rafael Crivellaro, médio da formação da Feira, assumiu a ambição de aplicar a primeira derrota da época à equipa de Peseiro.

«Vamos com o mesmo pensamento que levámos para Guimarães e que foi idêntico ao que tivemos nos jogos em casa. É isso que o treinador nos pede. Tentaremos colocar em prática as nossas ideias, sabendo que vamos defrontar um candidato ao título. Sem bola, temos de ser organizados e não podemos cometer qualquer deslize, mas também queremos sair a jogar e incomodar o guarda-redes do Sporting CP», referiu, em declarações ao site do Feirense. Para incomodar o dono da baliza de leonina, os fogaceiros vão ter de «ser inteligentes e eficazes nas transições ofensivas».

Crivellaro referiu ainda que o Feirense «olha para este adversário com o respeito que olhamos para todos os outros». O antigo médio do Arouca assinou duas assistências nos três jogos já disputados e atribuiu o bom desempenho à ideia de jogo de Nuno Manta.

«Cheguei ao Feirense em janeiro e fui muito bem recebido. Encontrei uma equipa ambiciosa e foi assim que partimos para a nova época. O treinador tem pedido uma equipa que tente assumir o jogo, que tenha os olhos na baliza adversária. Enquadro-me bem nesse tipo de futebol. Sinto prazer em jogar no CD Feirense e estou satisfeito com o meu rendimento, sabendo sempre que a prioridade é o coletivo. O crescimento da equipa ajudará à valorização individual de cada um de nós», disse.

Crivellaro admitiu que a equipa está «satisfeita com o futebol que tem vindo praticar» e sublinhou que a estabilidade «pode ser um dos trunfos» para realizar uma época tranquila.