«Venho em missão e não em busca de um emprego», afirmou.

Duque confessou ainda estar «muito preocupado» com a situação financeira da Liga, dizendo que não é preciso ser «perito em finanças nem adivinho» para antever que será mau.

Noutros campos, Duque deixou outras indicações. «Vamos iniciar de imediato a revisão estatutária da Liga para que o novo modelo esteja a funcionar em pleno em 2015/16», prometeu, admitindo ainda que o tema da centralização dos direitos de transmissão, uma velha questão, será tido em consideração logo que possível.