O técnico colocou uma coroa de flores junto à urna e, depois de alguns minutos em silêncio na companhia do dirigente e do futebolista, abandonou o local. A fechar a visita, que durou 10 minutos, Luís Filipe Vieira, presidente dos «encarnados», recebeu de Mourinho um abraço de condolências.