A tarde de glória começou logo aos quinze minutos. Cruzamento para a área e Toraman, ao tentar fazer não se sabe bem o quê, cabeceia para a própria baliza. Aos 37 minutos o nosso protagonista bisou, quando decidiu cortar um contra-ataque do adversário, com um forte pontapé para dentro das próprias redes.

Pelo meio Toraman, que até é internacional turco, ainda teve tempo para ver um cartão amarelo (33m), para abrilhantar ainda mais a exibição. Ao intervalo, para espanto de poucos, foi substituído. O treinador decidiu prevenir um eventual «hat trick».

Um dia inesquecível, para ver abaixo: