O novo selecionador de Inglaterra fez mal o trabalho de casa. Ora veja.
Ao falar sobre Alex Oxlade-Chamberlain, Roy Hodgson lembrou-se de uma grande exibição do extremo no Arsenal-Milan, da Liga dos Campeões. Tudo muito bem. O pior veio depois. Ao defender a escolha do jovem «gunner» para o Europeu, Hodgson espalhou-se ao comprido.
«Ele é um jogador entusiasmante. Vi alguns jogos dele que me convenceram, principalmente o jogo entre o Arsenal e o Milan no Emirate Stadium.»
Até aqui, no problems. Eles vêm já na linha a seguir.
«A forma como ele lidou com o Pirlo e o Ambrosini no centro do campo foi fantástico.»
Caro Mr. Hodgson, o senhor não acertou uma: Andrea Pirlo saiu do Milan no verão passado, para a Juventus, e Ambrosini estava lesionado e não esteve nesse jogo.
A imprensa inglesa adora estas gafes. Nós também.