Expulso por piercing nas partes íntimas!

Aaron Eccleston é futebolista amador e recusou-se a tirar o brinco; árbitro deu conta quando jogador verificava que «estava tudo no sítio»

Por Redação       23 de Junho de 2011 às 14:54
Expulso por piercing nas partes íntimas!
Aconteceu na Austrália, num jogo amador, e é, provavelmente, a expulsão mais bizarra do futebol. Em Melbourne, Aaron Eccleston, o capitão do Old Hill Wanderers foi atingido nas partes baixas quando defrontava as reservas da Swinburne University.

Queixoso, Eccleston contorcia-se no chão pela bolada que tinha levado. De acordo com um adversário, que explicou a situação ao Sydney Morning Herald, o árbitro reparou que Eccleston tinha um «piercing» nas partes íntimas quando o jogador «verificava se estava tudo no sítio».

Ora, Eccleston já tinha visto um cartão amarelo, por ter entrado em campo sem autorização do juiz, conforme explica o site do clube. Depois, quando verificou o brinco, o árbitro mostrou-lhe um segundo amarelo, já que o futebolista se recusou a tirá-lo.

As Leis do Jogo são claras no que toca a acessórios: estão proibidos todos os que coloquem em perigo os próprios jogadores ou adversários.

No Twitter, Ecclestone brincou com a situação, cuja parte final final foi gravada em vídeo. «Acho que a minha mãe não vai ficar muito feliz», disse, depois de o incidente percorrer o mundo.

O clube aceita a expulsão e pede desculpas ao árbitro pela «atenção negativa que foi gerada por este infeliz incidente».

Veja a parte final:



PUBLICIDADE

Comentários
Maisfutebol de A a Z
Ver todos
X
Y
MAISFUTEBOL COPYRIGHT © 2013 IOL.PT