O encontro de domingo terminou aos 89 minutos, quando o árbitro considerou que já não havia condições de segurança, depois de vários incidentes nas bancadas, com cadeiras e outros objetos atirados para o relvado.

Com 12 pontos em dez jogos, Guy Lazon já era um treinador em risco, e acabou por não resistir, consumando a saída nesta segunda-feira. O até agora adjunto Ivan Vukomanovic assume o cargo, de forma temporária.

Mas não fica por aí a história conturbada do atual momento do clube belga. Esta manhã, relata a imprensa belga, a sede do clube foi assaltada. O diretor de comunicação do clube disse ao jornal Derniere Heure que os assaltantes «usaram metralhadoras Kalashnikov» para intimidar os funcionários presentes, a quem roubaram os pertences. Levaram ainda dinheiro de um cofre.