Depois de uma temporada marcada pelos problemas físicos no tornozelo, onde realizou apenas 27 jogos, Gareth Bale garante que está pronto para a época que se avizinha e reitera a sua vontade de permanecer em Madrid.

«Logicamente que nestas férias não forcei muito o tornozelo para recuperar bem. No ano passado as dores impediam-me de me colocar em forma. Trabalhei duro para recuperar e agora poder fazer a pré-temporada a 100%. No ano passado incomodava-me porque tentei sempre voltar para ajudar a equipa e dar o melhor. Quiçá devia ter estado mais tempo em recuperação e não forçar, mas agora já não há dores. Tenho força no tornozelo e estou apto», afirmou, em entrevista ao jornal espanhol «Marca»: «No ano passado quando voltei da lesão estaria a 50 por cento, tentei melhorar mas o tornozelo não deixou.»

O galês tem sido associado a uma possível saída, com especial destaque para o alegado interesse do Manchester United, mas Bale assume que é feliz em Madrid e que não pensou em abandonar o clube.

«Não, foi complicado por causa da minha lesão, mas só isso. Ainda posso jogar futebol muito bem e quando estiver no meu máximo darei o meu melhor outra vez, assinei um contrato de longa duração com o Real e sou feliz neste clube. Tenho a certeza que vai ser uma grande temporada. O meu plano é esse, marcar golos aqui.»

Os «merengues» realizaram uma época de sonho o ano passado, juntando a conquista da La Liga, quatro anos depois, à 12.ª conquista da Liga dos Campeões – a terceira nos últimos quatro anos –, mas o internacional galês já aponta para novos horizontes e afirma que é possível conquistar os seis títulos que o conjunto orientado por Zidane vai disputar.

«É difícil ganhar um, imagine seis, mas essa é a razão por que estamos aqui. Vamos tentar ganhar tudo, é esse o objetivo e acreditamos que podemos conseguir.»

O avançado foi evasivo quando questionado sobre a eventual saída de Cristiano Ronaldo, dizendo apenas que espera continuar a jogar com o português para continuar a ganhar títulos.