Andrés Iniesta é jogador do Barcelona até ao final da carreira, que terminará quando o jogador decidir. Para já, totalmente sem prazo: «Estarei aqui até o meu corpo e mente deixarem. Não há lugar melhor para estar do que este.»
 
«A minha intenção foi sempre ficar aqui o máximo de tempo possível, mas não estar apenas por estar. Quero ajudar, ser importante e espero que seja por muito tempo. Não há data. Sinto-me bem, mas a qualquer momento as coisas podem mudar», esclareceu o espanhol.

Antes disso, o jogador - o primeiro de 118 anos de história blaugrana a ter um contrato vitalício - manifestou a importância deste dia e deste contrato: «Hoje volta a ser um dia muito especial para mim, como foram outros apenas por seguir na minha casa, nesta casa, e puder continuar a sonhar e a conseguir coisas importantes para este clube, que é o meu e que me viu crescer.»

Ainda que fosse falada há algum tempo, a renovação foi apenas anunciada e fechada nesta manhã de sexta-feira. Depois de comunicada pelo Barcelona nas redes sociais, o jogador esteve em Camp Nou a oficializar o acordo.

Iniesta foi à bancada, juntamente com o presidente do clube, Josep Maria Bartomeu, e outros dirigentes, e esteve ainda na companhia do pai que neste dia 6 de outubro festeja mais um aniversário.
 
Depois desceu ao relvado do Camp Nou, onde recebeu uma camisola com a inscrição (que é habitual ter o ano do contrato) a dizer ‘A. Iniesta per sempre’. A seguir falou aos jornalistas.
 
O Barcelona deverá, por isso, ser o único clube do espanhol em toda a carreira. O agora jogador de 33 anos, chegou ao Barça há 21 anos, soma dezenas de títulos com destaque para oito Ligas espanholas, quatro Ligas dos Campeões e três Supertaças europeias.
 
Pela seleção espanhola, venceu dois Europeus e um Campeonato do Mundo.