De acordo com a imprensa transalpina, um juiz de instrução de Nápoles ordenou a apreensão de bens no valor de  900 mil euros, por suposta fraude fiscal praticada por uma empresa  de aluguer de embarcações de luxo, que Cannavaro mantinha com a sua mulher, Daniele Arenoso. 

As autoridades suspeitam que a empresa era fictícia e que as três embarcações foram usadas para fins pessoais e não para serem alugadas. 

Cannavaro passou por clubes como o Nápoles, Parma, Inter, Juventus ou Real Madrid. A carreira do jogador terminou em 2011, no Al-Ahli, dos Emirados Árabes Unidos.