«Penso que acontecerá, provavelmente, no fim desta temporada», respondeu Ferdinand, quando foi questionado sobre a data em que pensa terminar a carreira, numa entrevista à televisão britânica ITV, que será transmitida no sábado.

Ferdinand disse que não só não teme a «reforma», como está «ansioso» para que ela chegue, antecipando «muitas coisas boas» durante nesse período, durante o qual continuará «ligado, de alguma forma, ao futebol».

O defesa, 81 vezes internacional pela Inglaterra, começou a carreira no West Ham, antes de rumar ao Leeds United e, mais tarde, ao Manchester United, onde conquistou vários títulos sob o comando do treinador Alex Ferguson.