O Mónaco, adversário do FC Porto na Liga dos Campeões, regressou este sábado às vitórias com um triunfo por 3-0 sobre o Estrasburgo, no Estádio Louis II, no Mónaco.

A formação de Leonardo Jardim respondeu da melhor forma a dois jogos sem vencer, com uma goleada sofrida em Nice, para a liga francesa, e com um empate em Leipzig, para a Liga dos Campeões, a meio da semana.

Frente a uma equipa que subiu este ano à Liga fracesa, que ocupa o penúltimo lugar e que perdeu 16 dos últimos 19 jogos realizados na primeira divisão (com uma descida ao terceiro escalão pelo meio), o treinador português resolveu dar descanso a jogadores como Moutinho, Diakhaby e Almany Touré, lançado Rony Lopes, Jovetic e Rachid Ghezzal.

João Moutinho ficou os noventa minutos no banco e Rony Lopes jogou até aos 71, altura em que cedeu lugar na equipa a Guido Carrillo.

Ora Rony Lopes, precisamente, tornou-se figura ao abrir caminho à vitória. O português marcou aos 44 minutos, ao encostar à boca da baliza um cruzamento da direita de Falcao.

 

Isto depois de Jovetic e Falcao já terem desperdiçado boas ocasiões para marcar.

Veja a ficha de jogo

Na segunda parte, Falcao confirmou o estatuto de homem do jogo ao bisar. Primeiro aos 51 minutos, ao encostar para golo um cruzamento de Jorge, depois do lateral brasileiro ter combinado bem com Rony Lopes e ter entrado na área com espaço para centrar. Um golo que parece surgir em posição irregular.

O último golo surgiu aos 67 minutos, depois do colombiano ganhar no corpo a corpo com o central Mangane para rematar forte para golo.

 

Falcao ainda fez mais um golo, pelo meio, que foi anulado por fora de jogo, tirado no limite. Aos 86 minutos o colombiano deu lugar a Meité e saiu de campo, muito aplaudido pelos cerca de vinte mil adeptos presentes no Estádio Louis II.

Com este resultado, o Mónaco igualou o PSG no primeiro lugar, ambos com 15 pontos, mas com um jogo a mais: os parisiense só jogam este domingo, quando receberem o Lyon.