Zarko Udovicic atirou a bola por cima da barra aos 85 minutos do jogo com o FK Rad, que venceu a partida por 1-0. Dois dias depois do jogo, vários indivíduos invadiram o centro de treinos e apontaram uma arma à cabeça do jogador sérvio. A denúncia foi feita pela Fifpro, o Sindicato internacional de jogadores.

Mirko Poledica, presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol da Sérvia, garantiu que até ao momento nem a Liga nem a Associação de Futebol tomaram qualquer medida sobre o caso. «Eles devem garantir a segurança dos jogadores. Mas não o fazem», afirmou: «Temos de esperar até que um hooligan mate algum jogador?»

Udovicic já deixou entretanto o clube.

O momento do jogo em causa