Duas equipas da Indonésia foram desqualificadas do torneio de final de época, depois de terem marcado cinco autogolos no mesmo jogo, para evitarem defrontar o Pusamania Borneo FC, equipa que, supostamente, é apoiada pela máfia.

O PSS Sleman venceu o PSIS Semarang (3-2), mas todos os golos da partida da divisão secundária do futebol indonésio foram apontados na própria baliza.

Os guarda-redes não travaram atrasos, de longe, dos seus companheiros de equipa, afastando-se dos postes enquanto as bolas rolaram para dentro das respetivas balizas.

«Desqualificámos as duas equipas da competição», revelou o responsável disciplinar da Federação indonésia. Os dois conjuntos ficam suspensos, enquanto decorrer uma investigação «para encontrar os responsáveis deste drama» e impor sanções mais duras.

Recorde-se que o problema dos resultados combinados não é novo no país. Em 1998, a Indonésia fez um autogolo escandaloso perante a Tailândia, em partida da Tiger Cup.

O futebol indonésio tem enfrentado vários problemas nos últimos anos, incluindo a morte de jogadores estrangeiros, que se queixaram de ter salários em atraso.

VEJA AQUI O VÍDEO