A Associação Europeia de Clubes (ECA) pretende que o Mundial-2022, que irá decorrer no Qatar, seja antecipado para o mês de abril, de acordo com o secretário-geral da organização, Karl-Heinz Rummenigge - que é também o administrador executivo do Bayern Munique.

A FIFA e a UEFA pretendem que a prova se dispute durante a época de inverno do hemisfério Norte, mas a ideia da ECA é outra, quer que se realize na primavera.

«Neste momento há duas propostas em cima da mesa: a proposta da FIFA é novembro e a proposta da UEFA é janeiro», disse Rummenigge. «A nossa proposta é um pouco diferente», assumiu o dirigente, acrescentando que a análise feita pela ECA indica que «a melhor opção é começar o Mundial em finais de abril para que acabe em maio».

Karl-Heinz Rummenigge apontou que, nessa altura, «ainda estará quente», mas a solução poderá passar por aí. «No máximo teremos qualquer coisa como 35 graus Celsius»,  disse Rummenigge, acrescentando: «Se jogarmos ao início da noite, a partir das 19 horas, às 21h30 (hora do Qatar) são 19h30 no centro da Europa, 18h30 no Reino Unido.»

Uma «task force» da FIFA irá reunir-se na próxima semana em Zurique para estudar a possibilidade de mudar a data do torneio, que costuma realizar-se em junho e julho - existem receios em relação às altas temperaturas de verão no Qatar. 

A proposta da ECA será apresentada a essa «task force» na próxima segunda-feira, dia 3 de novembro.