Surpresa na Taça da Rússia. O campeão Spartak Moscovo falhou o acesso à final, após perder no desempate por grandes penalidades, diante do Tosno, penúltimo da Liga russa.

Após um nulo no final dos primeiros quarenta e cinco minutos, foi o recém-entrado Zé Luís quem abriu o marcador. O antigo avançado do Gil Vicente e do Sporting de Braga recebeu um passe longo de Eschenko, dominou de peito, rodou e atirou colocado, de pé esquerdo. 

 

O Tosno conseguiu anular a vantagem da formação de Massimiliano Carrera nos instantes finais. Galiulin fez o um igual e atirou o jogo para prolongamento.

As duas equipas não desfizeram o empate nos trinta minutos extra e foi preciso recorrer às grandes penalidades para saber quem iria acompanhar o Kursk na final. Da marca dos onze metros, o Tosno triunfou por 5-4.