«A comissão da UEFA decidiu não fazer justiça. Não podemos aceitar a derrota, quando todos os factos dizem que a razão estava do nosso lado. Os três pontos deveriam pertencer à Albânia. Tiraram-nos o que merecíamos», argumenta Gianni De Biasi, técnico italiano da equipa nacional albanesa.

O secretário da federação da Albânia, Ilir Shulku, acrescenta, de forma indignada: «A decisão da comissão da UEFA é estranha e inaceitável».

A UEFA, além da derrota por 3-0 imposta aos albaneses (mais 100 mil euros de multa), decidiu punir a Sérvia com a perda de três pontos (apesar de lhe ter atribuído a vitória por 3-0) mais uma multa de 100 mil euros e dois jogos em casa à porta fechada, resultado da confusão criada pelos adeptos e da falta de segurança no estádio.