Uma onda de choque provocada por uma explosão danificou o estádio onde costumava jogar o Shakhtar.

Vários painéis de vidro que compõem a parede extrior do estádio ficaram estilhaçados depois de um bombardeamento na periferia de Donetsk.

O adversário do FC Porto na Liga dos Campeões deixou de jogar na Arena Donbass em julho e ja recebeu os dragões em Lviv, no último mês. O clube e a equipa passaram a estar sedeados em Kiev.

A Donbass Arena já tinha sofrido estragos em agosto e em setembro devido aos confrontos entre as forças armadas ucranianas e os militares separatistas pró-Russia, que dominam a cidade de Donetsk.

Desta vez, foram os as bancadas este e oeste as afetadas pela onda de choque provocada pela explosão de uma bomba.

«Alertamos os residentes para não se aproximarem do estádio porque pode não ser seguro», afirmou o diretor iterino da Donbass Arena, Vadyn Gunko, numa citação da «BBC».