FICHA DE JOGO

Logo ao oitavo minuto da partida, um cruzamento de Wisdom conheceu resposta eficaz de Sessègnon, deixando a equipa de Louis van Gaal em maus lençóis. O Man.United foi pegando no jogo, enquanto o WBA recuava as linhas mas foram poucas as ocasiões de perigo para os «red devils» até ao intervalo.

No início do segundo tempo, com a entrada de Fellaini para o lugar de Ander Herrera, tudo mudou. Logo no começo o belga ganhou um lance com o corpo (ficam as dúvidas sobre uma possível falta) e atirou certeiro, à entrada da área. Restabelecida a igualdade, o Man Utd poderia ir com outra tranquilidade atrás do resultado. Nada mais enganador, porém: aos 66 minutos uma descoordenação brutal da linha defensiva do United foi aproveitada exemplarmente por Saido Berahino, jovem internacional sub-21 inglês que está a ser uma das figuras deste início de Premiership (seis golos marcados para já). 

CLASSIFICAÇÃO

Louis van Gaal teve de chamar Falcao e Ashley Young mas quem acabou por resgatar um ponto foi o jovem holandês Daley Blind, com um excelente remate colocado, de fora da área. Estávamos no minuto 87 e o Man.United ainda fez um «forcing» final, sem consequências, no entanto.

Com este resultado, o Man.United ascende à sexta posição, já a dez pontos do líder Chelsea e a um ponto dos lugares de acesso à Liga dos Campeões. Já o WBA ocupa a 14ª posição, com nove pontos.