Zezinando: um português à conquista da Tailândia

Reportagem Maisfutebol: formado no Sporting e internacional pelas camadas jovens portuguesas, Zezinando vive a primeira experiência no estrangeiro no Samut Songkhram

Por João Tiago Figueiredo       31 de Outubro de 2011 às 11:00
Zezinando nos sub-20
1/5
Zezinando nos sub-20
Zezinando
2/5
Zezinando
Zezinando
3/5
Zezinando
Zezinando
4/5
Zezinando
Zezinando
5/5
Zezinando
Outras fotogalerias
«Sawasdee Ka». Dia após dia, de manhã, à tarde ou pela noite, Zezinando repete a menção a amigos e conhecidos. Alguns meses em Banguecoque, capital da Tailândia, não permitem grandes discursos. «Sawasdee Ka» é o que sai da boca do jogador português. «É um cumprimento que se usa para tudo. Seja bom dia ou boa noite. É das poucas coisas que sei dizer em tailandês», admite. Assim seja. «Sawasdee Ka» Zezinando.

Formado no Sporting e internacional pelas camadas jovens portuguesas, Zezinando vive a primeira experiência no estrangeiro nesta época que agora decorre. Depois de ter sido campeão de juniores com Paulo Bento e de ter partilhado o quartel-general leonino com Nani, João Moutinho ou Yannick, o médio nascido na Guiné-Bissau passou ao lado dos luxos dos companheiros.

Sapos na mesa e crocodilos na rua

Seis anos depois do tal título de juniores, está na Tailândia. O clube é o Samut Songkhram. Fica nos arredores da capital e luta para não descer. O Maisfutebol foi conhecer os contornos desta aventura.

«Um amigo de Londres apresentou-me o projecto, mas no início não quis. Não me pareceu tentador ir para a Ásia. Depois os meus pais convenceram-me. Talvez não fosse má ideia arriscar», conta, em início de conversa.

E arriscou. Para já, sem arrependimentos. «Considero-me uma pessoa que gosta de aventuras e de conhecer sítios novos. Por isso não foi um choque vir para cá. Pesquisei na internet para que não houvesse um choque abismal e já sabia, mais ou menos, o que ia encontrar. O início é sempre difícil, mas habituei-me rapidamente», explica.

Uma equipa que cresce sem estrelas

A equipa não é um sonho. Mares de craques ficam para outras paragens. O futebol na Tailândia está em construção. Zezinando sabe isso e aprecia: «As pessoas parecem-me empenhadas para que o campeonato cresça e isso é bom para o país, porque hoje em dia, o futebol é mais do que chutar uma bola.»

O Samut Songkhram é uma equipa em construção. «Entraram muitos jogadores e foi difícil o entrosamento», explica. Faltam sete jornadas para acabar a Liga e há apenas quatro pontos para a «linha de água». Todo o cuidado é pouco, portanto.

Maioria tailandesa e apenas três estrangeiros. «Tenho um companheiro brasileiro. Dou-me melhor com ele, mas falo com todos», assegura. Ou melhor, tenta. «A linguagem é um grande obstáculo porque metade da equipa não fala inglês. É preciso andar sempre com o intérprete, mas às vezes é complicado e por isso tentámos dizer muito pouco», confessa, em resumo.

Os estágios: cinco dias ao velho estilo da tropa

O quotidiano da equipa é, actualmente, mais «normal». O início, esse, foi atribulado: «Fazíamos estágios de quatro e cinco dias antes de cada jogo. Era de mais. Não tinha tempo para mim. Íamos para longe de Banguecoque, para um descampado. Era como estar na tropa, isolados de tudo».

O hábito acabou e foi substituído pelo tradicional estágio de véspera. Música para os ouvidos de Zezinando, agora com mais tempo para explorar o ambiente que o rodeia.

«Moro em Banguecoque e não em Samut, a cidade da equipa. É uma hora de distância e era mais fácil para me habituar. Assim, vou muitas vezes ao shopping e aproveito para conhecer a cidade», refere, frisando que é «conhecido na rua» mas sem histerias. «Dou autógrafos e as pessoas vêm ter comigo, mas é mais na área do clube», distingue.

O contrato estende-se por mais um ano. «Gosto muito de Portugal, mas estou a gostar de estar cá. Ainda não decidi se fico, porque depende do que possa aparecer», admite. A aventura ainda não tem fim à vista.

Último jogo do Samut Songkhram (Zezinando é o 30 de vermelho)



PUBLICIDADE

Comentários
Maisfutebol de A a Z
Ver todos
X
Y
MAISFUTEBOL COPYRIGHT © 2013 IOL.PT