«Quando se está habituado a ter o sabor da vitória, sempre que isso não acontece no final de um jogo há um mal-estar muito grande. Mesmo os jogadores novos sentem isso. Amanhã esperamos passar e esperamos ter esse sentimento de satisfação. É um objectivo atingido e essa é a única forma de ter sucesso», acrescentou.

Nenhuma carreira vive sem conquistas. É isso que Jesualdo Ferreira sente e é essa busca de conquistas que quer para a sua carreira. «Não há jogadores nem treinadores que sejam muito bons sem títulos. São os títulos que conferem qualidade às pessoas. São os objectivos perseguidos e atingidos que dão qualidade a uma carreira.»