Esqueçam.

A equipa de José Mota encaixou seis golos de Benfica e F.C. Porto e podia ter sofrido muitos mais.

Este Leixões já tem pouco a ver com o da primeira volta. Pelo menos perante os candidatos ao título.

Nestas duas partidas, os grandes problemas foram criados pelos próprios jogadores de Matosinhos. Autogolo na Luz; «penalty» sem sentido e oferta infantil com o campeão.

Depois dos erros, o Leixões não conseguiu reagir. Pelo menos com a intensidade de outros tempos. A perder, José Mota ofereceu ao F.C. Porto os metros de que a equipa gosta. E foi o que se viu.