A tendência que permanece inalterável neste Grupo A é a de que quem joga em casa ganha.

Em Madrid, o Atllético demorou a confirmar o seu favoritismo e o intervalo chegou com o resultado inicial no marcador. Mas, com uma segunda parte demolidora, a equipa de Diego Simeone traduziu as diferenças em relação ao Malmö num categórico 5-0.

O domínio espanhol foi de tal ordem que a diferença de remates entre as equipas se registou num explícito 21-7 a favor dos espanhóis (com 13-8 e 4-3, respetivamente, entre chutos para fora e à baliza.

Maior equilíbrio, com pendor vantajoso para a Juventus, foi o que aconteceu na Grécia. Mas não foi isso que travou o Olympiakos de ultrapassar a equipa italiana. Um golo de Kasami na primeira parte acabou por ser decisivo para o encontro.

O equilíbrio foi sendo desfeito pela «Juve» à medida que o cronómetro foi avançando, mas a equipa de Michel conseguiu resistir à maior pressão da equipa italiana no último quarto de hora.

Todos os resultados e classificações da Liga dos Campeões.