na sequência dos violentos confrontos causados pelos adeptos russos no encontro da 1ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões frente à Roma. 

O Comité de recurso alterou ainda o valor da multa aplicada ao CSKA pelo Comité de controlo. Esta foi reduzida para 100 mil euros, metade do valor inicialmente estipulado.

O organismo decidiu, contudo, manter a proibição da venda de bilhetes a adeptos do CSKA nos jogos que o clube disputar fora de casa na fase de grupos da Champions.

Nesta temporada, os russos já disputaram dois encontros à porta fechada na Liga dos Campeões, sendo que o primeiro, frente ao Bayern, ainda foi na sequência de um castigo aplicado na época passada - por exibição de símbolos fascistas num encontro frente ao Viktoria Plzen. Portanto, o próximo jogo em casa (e último na fase de grupos), frente à Roma, será ainda disputado sem a presença de adeptos, apesar da redução do castigo.