Em nove participações das «águias» nesta fase da prova (esta é a décima), o Benfica nunca fez pior do que isto em três jogos. Quer isto dizer que nunca chegou ao final da primeira volta com zero pontos. Mas já fez igual, em duas ocasiões.

Na temporada 2006/07 o Benfica tinha apenas um ponto ao fim de três jogos. Conquistado logo na ronda inaugural, em Copenhaga (0-0). Depois a equipa então orientada por Fernando Santos perdeu em casa com o Manchester United (0-1), antes de nova derrota em Glasgow, frente ao Celtic (3-0). O Benfica ainda chegou aos sete pontos, no final da fase de grupos, mas foi eliminado como terceiro classificado do grupo.

Em 2012/13, já com Jorge Jesus no comando, o Benfica também chegou ao final da primeira volta com um empate e duas derrotas. Também neste caso o ponto foi conquistado logo na primeira jornada, e fora: em Glasgow, com o Celtic (0-0). Depois a equipa portuguesa foi derrotada em casa pelo Barcelona (0-2) e em Moscovo, frente ao Spartak (2-1). Na ocasião ainda terminou a fase de grupos com oito pontos, mas ficou igualmente pelo caminho.

A título de curiosidade refira-se que o melhor registo do Benfica ao fim da primeira volta da fase de grupos da Liga dos Campeões é sete pontos, algo que alcançou em 1994/95 e 2011/12.

Pontuação do Benfica ao fim da primeira volta da fase de grupos da Liga dos Campeões:

1994/95: 7 pontos*

1998/99: 3 pontos

2005/06: 4 pontos

2006/07: 1 ponto

2007/08: 3 pontos

2010/11: 3 pontos

2011/12: 7 pontos

2012/13: 1 ponto

2013/14: 4 pontos

* a vitória só valia dois pontos, mas para efeitos de comparação aqui está convertido para três.