19h45, em direto19h45, aqui

Todos os resultados e classificações da Liga dos Campeões 

Jogos da terceira jornada

Terça-feira:

Grupo E

CSKA Moscovo-Manchester City, 17.00

Roma-Bayern Munique, 19:45

Frente a frente pela liderança, num dos grandes duelos do dia. O Bayern Munique à procura da terceira vitória seguida, a Roma a poder assumir o comando do grupo, caso ganhe. 

Os alemães chegam a Roma depois da goleada ao Werder Bremen, nada menos que 6-0. Os italianos também vêm de uma vitória tranquila, frente ao Chievo (3-0). Não serão de esperar tantas facilidades perante a baliza no Olímpico de Roma, num encontro entre um Bayern que ainda não sofreu qualquer golo na Champions e uma Roma com dois golos sofridos na Europa e apenas quatro na Serie A. 

A última recordação que a Roma deixou ao Bayern, na sua última presença na prova, não é boa para os alemães: em 2010/11, as duas equipas também estavam no mesmo grupo e os italianos venceram em casa, por 3-2, depois de terem estado a perder.

A jornada 3 começa antes, em Moscovo, sem grande ambiente à vista. Será o segundo jogo à porta fechada para o CSKA, um castigo por racismo, frente a um City que chega embalado pelos golos de Aguero. O argentino marcou os quatro tentos da vitória sobre o Tottenham, a questão é se manterá o pé quente num jogo crucial para o City, com apenas um ponto em dois jogos.

Grupo F

Apoel-PSG, 19:45

Barcelona-Ajax, 19:45

Uma semana das grandes para o Barcelona, que vai culminar no clássico no Bernabéu. Antes disso há o Ajax. Os catalães são favoritos frente a uma equipa holandesa longe do estatuto doutros tempos, mas precisam de fazer melhor do que até agora na Liga dos Campeões. Depois de terem entrado com uma vitória pela margem mínima em casa frente ao APOEL, a derrota com o PSG na segunda ronda deixou o Barça a precisar de acertar passo na Europa.

No outro jogo, o APOEL dos portugueses Mário Sérgio, Tiago Gomes e Nuno Morais vai continuar a tentar contrariar expectativas. Depois de ter resistido no Camp Nou e do empate com o Ajax na segunda jornada, segue-se a receção aos líderes do grupo.

Grupo G

Schalke-Sporting, 19:45

Chelsea-Maribor, 19:45

O Sporting em Gelsenkirchen moralizado pela vitória no Dragão, à procura de pontos que tem mesmo de somar para manter viva a esperança, num grupo que tem as contas bem baralhadas. 

A equipa de Marco Silva defronta um adversário necessariamente diferente do que se tem visto, agora com Di Matteo no banco. É o primeiro emprego do italiano desde que venceu a Liga dos Campeões com o Chelsea em 2012, e a estreia foi auspiciosa: vitória sobre o Hertha Berlim por 2-0, apenas no segundo jogo da época sem sofrer golos.

Um bom teste aos leões que, motivados pelo clássico, assumem a ambição na Alemanha, onde o Sporting europeu nunca ganhou.

Leia aqui a análise ao Schalke 04

Em Stamford Bridge, o Chelsea já vacilou frente ao Schalke e não pode voltar a fazê-lo. Obviamente favorita a equipa de José Mourinho, mesmo que não vá ter em campo, garante o treinador, Diego Costa.

Grupo H

Bate Borisov-Shakhtar Donetsk, 19:45

FC Porto-Athletic Bilbao, 19:45 (TVI)

Foi com o At. Bilbao que começou a história europeia do FC Porto. Já lá vão 58 anos desde que as duas equipas se defrontaram na primeira eliminatória da Taça dos Campeões de 1956/57. Os bascos levaram a melhor (2-1 no Porto, 3-2 em casa).

Como costuma dizer Julen Lopetegui, isso é história. No presente, o FC Porto vai ter de digerir em campo a derrota para a Taça no clássico. Já nesta terça-feira, frente a um At. Bilbao muito longe do que foi nos últimos anos. Vem de um empate para a Liga espanhola, frente ao Celta Vigo, onde somou um dos cinco pontos que soma em oito jornadas. Mesmo assim, o basco Lopetegui opta por um discurso de muito respeito ao adversário.

Os dragões chegam à terceira jornada como líderes, depois do empate arrancado a ferros frente ao Shakhtar na segunda jornada. Uma vitória pode representar um grande passo no objetivo do apuramento.

Leia aqui a análise ao At. Bilbao

Atenção também no Dragão à Borisov Arena, onde o BATE recebe o Shakhtar como surpreendente segundo classificado do grupo, depois de ter ganho ao At. Bilbao na segunda ronda.

Quarta-feira

Grupo A

At. Madrid-Malmoe, 19:45

Olympiakos-Juventus, 19:45

O grupo mais equilibrado da prova, três pontos para cada uma das quatro equipas, à espera de uma terceira jornada para definir quem ganha ascendente. O vicecampeão At. Madrid, com Tiago ainda em dúvida depois de ter saído com queixas no fim de semana, recebe o Malmoe, a precisar de ganhar depois de um arranque em falso.

No outro jogo, a história dá vantagem à Juventus, que nunca perdeu em casa do Olympiakos.

Grupo B

Ludogorets-Basileia, 19h45

Liverpool-Real Madrid, 19h45

Clássico em Anfield. Entre dois dos maiores clubes da história do futebol europeu, 15 títulos os dois juntos. E com um desafio para o Real Madrid superar: os merengues nunca venceram o Liverpool para a Europa. No último confronto, nos oitavos de final de 2008/09, os reds ganharam no Bernabéu por 1-0 e venceram em casa por 4-0, naquela que foi a maior derrota de sempre do Real na Liga dos Campeões

Um desafio de dificuldade máxima para os espanhóis na semana que antecede o clássico, de olhos postos, com sempre, em Cristiano Ronaldo. Com o pé quente como nunca, a visar todos os recordes de golos europeus. 

No outro jogo, duelo com sotaque português à vista. Moralizado o Basileia, orientado por Paulo Sousa, depois da vitória sobre o Liverpool na segunda ronda. Quanto à equipa búlgara, que tem Fábio Espinho e Vitinha, ainda não somou qualquer ponto mas complicou a vida a Liverpool e Real Madrid.

Grupo C

Bayer Leverkusen-Zenit, 19h45

Mónaco-Benfica, 19h45

O terceiro duelo entre treinadores da prova chega quando o Benfica já não tem margem de manobra. Com duas derrotas nos dois primeiros jogos, os encarnados precisam de ir ao Mónaco buscar os primeiros pontos, sob pena de verem já o seu destino selado.

A equipa orientada por Leonardo Jardim, com Moutinho, Ricardo Carvalho e o jovem Bernardo Silva, cedido pelos encarnados, segue na frente do grupo, em igualdade com o Zenit. Está a ganhar confiança e no fim de semana venceu o Evian, apenas a sua segunda vitória em casa para a Liga francesa.

No outro jogo do grupo, confronto entre duas equipas que voltaram mal da paragem para o futebol internacional. O Zenit de André Villas-Boas e companhia cedeu o terceiro empate seguido na Rússia. E o Bayer Leverkusen desperdiçou uma vantagem de três golos para empatar com o Estugarda.

Grupo D

Anderlecht-Arsenal, 19h45

Galatasaray-Borussia Dortmund, 19h45

Um teste ao Borussia Dortmund, que até agora passeou alegremente pela Liga dos Campeões, em contraste com a temporada medíocre na Bundesliga. A equipa de Jurgen Klopp chega à Turquia com duas vitórias e zero golos sofridos, frente a um Galatasaray que apenas soma um ponto, garantido na primeira jornada frente ao Anderlecht. Apesar de jogar fora, o Arsenal também é favorito no outro jogo do grupo, em Buxelas.