Começando pela posse de bola, o Barcelona é líder. É a equipa que teve mais tempo a bola em seu poder, tanto no que diz respeito a percentagem (62 por cento) como a tempo absoluto, 37 minutos por jogo. Entre as oito equipas apuradas para os quartos-de-final, o F.C. Porto surge no fim da lista, com 48 por cento de posse de bola. Em tempo absoluto, os «dragões» estão a par do Liverpool: 29 minutos.

A seguir, os golos. Aqui lidera o Barcelona, a par com o Bayern Munique, muito «inflacionado» pelos 12 golos marcados ao Sporting numa só eliminatória. Ambos têm 24 golos marcados na competição. Segue-se o Liverpool, com 16, sendo que o Manchester United tem sido mais calculista: tem no total 11 golos, tantos quanto o F.C. Porto.

Mas a solidez dos «red devils» mede-se também pelos golos sofridos. E aqui são líderes, nos oito jogos realizados até agora sofreram apenas três, mais dois que o Liverpool.

O Barcelona volta a liderar nos remates enquadrados com a baliza, com um total de 68. Seguem-se Manchester United e Bayern, ambos com 57. As posições invertem-se nos remates para fora: 67 para a equipa de Cristiano Ronaldo, 54 para o Barça.

A equipa que sofre mais faltas é por outro lado o Bayern Munique, enquanto o Chelsea lidera o «ranking» de faltas cometidas.