FIGURA: Eduardo

Estreia a marcar esta época num jogo que terminou (tem o golo ao FC Porto, numa partida em que faltam disputar 45 minutos), carimbando o triunfo para a equipa da linha. Depois de uma exibição discreta o brasileiro de 24 anos teve em si os holofotes do encontro ao ter no pé esquerdo a decisão do jogo. Não desperdiçou o castigo máximo, batendo Jhonatan com tranquilidade. Um golo que serve de balão de oxigénio para o Estoril.

MOMENTO: segundo golo do Estoril (82m)

Encontro resolvido com frieza, a frieza que faltou do outro lado. Remate seco a enganar Jhonatan, sem hipóteses para o guarda-redes do Moreirense. Cambalhota no marcador e um importante resultado para o Estoril no pé esquerdo de Eduardo.

POSITIVO: confraternização entre adeptos

Não é um dado novo, mas é de salutar. Adeptos do Moreirense e do Estoril estiveram a confraternizar antes do jogo, no exterior do estádio, reforçando os laços de amizade entre massas adeptas dos dois emblemas. Durante o jogo as duas claques trocaram vários piropos, mas pela positiva. Os estorilistas gritaram Moreirense e os moreirenses gritaram Estoril. Pouco usual.

OUTROS DESTAQUES

Evangelista

Mais uma exibição de classe e de trabalho no meio campo do Estoril. Pautou o jogo canarinho e foi um dos líderes da resposta à desvantagem. Sofreu a grande penalidade que dá o golo decisivo à saua equipa.   

Tozé

Marcou pelo segundo jogo consecutivo depois de bisar em Tondela. Sétimo golo da época em mais uma exibição em que provou que é um dos mais dotados do Moreirense no trato do esférico.

Gonçalo Santos

Pouco utilizado nas Aves, o médio regressou aos canarinhos e de imediato assumiu papel de destaque no centro do terreno da equipa do Estoril e, por consequência, em toda a manobra da equipa de Ivo Vieira. Bom jogo.

Rúben Lima

Continua a crescer. Não deu espaço aos adversários cumprindo defensivamente e somou mais uma assistência à sua conta pessoal com o cruzamento certeiro para o golo de Tozé. Jogo completo no lado esquerdo da defesa.