A FIGURA: Maurides

Um poço inesgotável de forças na batalhas travadas com os defesas estorilistas. Sempre ativo em busca da bola e à procura de tabelar de forma eficaz com os companheiros. Excelente a forma como forjou o 1-0 do Belenenses. Depois de sair do limite do fora de jogo, trabalho bem sobre Halliche e rematou forte e colocado para o fundo das redes. Na segunda parte pôs fim às dúvidas, ao dar o melhor seguimento a um passe vindo da esquerda.

O MOMENTO: entrada de Bruno Gomes sobre Chaby, minuto 51

Excelente Fábio Veríssimo a dar ordem de expulsão imediata ao avançado do Estoril após a entrada duríssima sobre o jogador do Belenenses. Comportamento lamentável de Bruno Gomes, que esteve seis minutos em campo. Para isto. Chaby abandonou o relvado de maca e, depois, o António Coimbra da Mota de ambulância.

OUTROS DESTAQUES

Lucas Evangelista: pode já ter tido noites mais inspiradas, mas dele há quase sempre uma certeza: de que a bola sai redonda dos pés dele. Bem a executar e a pensar os lances. Faltou-lhe quase sempre apoio dos companheiros. Esteve perto de um golo de antologia aos 85 minutos, quando atirou de pé esquerdo à barra.

Ewandro: só nos primeiros 45 minutos teve oportunidades suficientes para justificar uma saída em ombros do António Coimbra da Mota. Aos 3 minutos falhou uma soberana ocasião ao segundo poste e repetiu a cena aos 20’: dois falhanços incríveis quando encostar para a baliza parecia ser o mais fácil. No último lance da primeira parte, voltou a ter uma soberana ocasião, mas rematou para um corte de um defesa do Belenenses em cima da linha de golo. Já não voltou para a segunda parte e percebe-se porquê: não era a noite dele.

Licá: no regresso ao António Coimbra da Mota começou discreto mas foi crescendo com o avançar do cronómetro. Esteve perto do golo em pelo menos duas ocasiões: aos 37’ e aos 74’.

Florent Hanin: com o Belenenses montado num sistema de três centrais, jogou numa posição ligeiramente diferente daquela que habitualmente desempenha. Bem melhor do que na receção ao Desp. Aves há uma semana, assistiu Maurides de forma primorosa para o 2-0 e quase repetia a receita na reta final da partida.