Acompanhe o Estoril Benfica AO VIVO a partir das 20h30 deste sábado

MOMENTO

Estoril: os canarinhos continuam em zona de despromoção, mas depois do empate com o Marítimo (1-1), conseguiram uma garrafa carregada de oxigénio, na última ronda, quando foram ao Algarve bater o Portimonense (1-0) com um golo de Halliche. A verdade é que a equipa de Ivo Vieira está a apenas dois pontos do Desp. Aves e do Paços de Ferreira e a três do Moreirense e V. Setúbal e vão ainda defrontar dois dos adversários diretos. Além disso, não seria a primeira vez que a equipa da Linha de Cascais se intrometeria na luta pelo título.

Benfica: como as coisas mudam numa semana. Antes do clássico, a equipa da Luz dependia de si própria para chegar ao título, mas agora não pode voltar a perder pontos e tem de esperar por uma escorregadela do FC Porto para poder chegar ao topo nas próximas quatro jornadas, a começar por esta, em que, se vencer, chegará com certeza ao topo, nem que seja por 48 horas, uma vez que o adversário do Dragão só joga na segunda-feira. A equipa de Rui Vitória é clara favorita, mas volta a não poder contar com Jonas, o melhor marcador da equipa, mas como disse Rui Vitória na antevisão, «ainda não acabou».

AUSÊNCIAS

Estoril: além de Pêpê, que está impedido de jogar por estar cedido pelo Benfica, e de Victor Andrade, que vai cumprir um jogo de castigo, Ivo Vieira não vai poder contar com Thiago Cardoso, Kyriakou e Gonçalo Brandão, todos lesionados. Kléber, que tem trabalhado de forma condicionada, também está em dúvida para este jogo.

Benfica: Jonas é a grande baixa do Benfica, anunciada por Rui Vitória na conferência de antevisão do jogo. Além do goleador brasileiro, apenas Krovinovic está indisponível para este sábado.

DISCURSO DIRETO

Ivo Vieira: «Posso passar por maluco, mas não vou mudar a minha ideia de jogo. A equipa só vai jogar num bloco baixo se o adversário nos obrigar a isso. Não vou mudar a imagem do Estoril, a minha imagem, vou procurar um jogo possessivo, um jogo atraente para quem vê. Obviamente que jogar com o Benfica ou com outro candidato ao título obriga-nos a outros comportamentos, a um bloco mais intermédio ou mais baixo em alguns momentos, mas quanto mais próximo da minha baliza, mais próximo estamos de sofrer golos. Quanto mais próximo da baliza adversaria, mais próximo de marcar.»

Rui Vitória: «Tínhamos que ganhar e tínhamos, como temos que ganhar e temos. Isto não acabou. Não é ainda não acabou: é não acabou. Não acabou o campeonato. Temos mais quatro jogos e vamos disputá-los com máxima ambição. Já estivemos mais atrás, já estivemos à frente, agora estamos dois pontos atrás e vamos tentar no final destas quatro jornadas estar à frente.»

HISTÓRICO

A balança pende claramente para o lado dos visitantes nos 25 jogos que os dois emblemas já disputaram no António Coimbra da Mota, com 19 triunfos para o Benfica, cinco empates e apenas uma vitória do Estoril. O clube da Luz venceu nas últimas sete visitas à Amoreira e, já esta época, na primeira volta, no Estádio da Luz, o Benfica venceu por 3-1, com golos de Salvio, Jonas e Krovinovic contra um de Kléber. A única vitória dos canarinhos em casa diante do Benfica, para o campeonato, já tem…72 anos. Foi a 1 de dezembro de 1946 e com um resultado estrondo: 6-3.

EQUIPAS PROVÁVEIS

Estoril:

Benfica: