FIGURA: Ricardo Horta

Outra vez no papel de herói. Depois de na quinta-feira ter sido o autor do golo contra o Marselha o médio voltou a estar em plano de destaque ao selar o triunfo também sobre o Tondela. Oportuno a aparecer na hora certa para finalizar, assinando o sexto golo da temporada. Marcou pela primeira vez em dois jogos consecutivos.

MOMENTO: golo de Ricardo Horta (82m)

Atabalhoado também vale. O golo do Sp. Braga chegou a sete minutos dos noventa. Cruzamento de Jefferson da esquerda, muito largo, Wilson Eduardo fez a emenda de primeira para o coração da área e, depois de ninguém desviar, apareceu Ricardo Horta ao segundo poste a empurrar para o fundo das redes. Golo atabalhoado, a finalização não saiu da melhor formas, mas foi o suficiente para vencer.

POSITIVO: Campeões Europeus de Futsal no relvado

No intervalo do encontro os jogadores do Sp. Braga que recentemente se sagraram Campeões Europeus de Futsal por Portugal subiram ao relvado para receber uma placa comemorativa das mãos do presidente António Salvador. Vítor Hugo e Nilson deram depois uma volta ao estádio, sendo que presentearam o clube com as camisolas com as quais se sagraram campeões.

OUTROS DESTAQUES

Tomané

Sempre muito irrequieto no ataque, o jovem avançado deu muito trabalho aos centrais bracarenses. Possante com o esférico, não deu espaço para que o adversário saísse a jogar com a bola controlada. Jogo incisivo.

Esgaio

Alheio ao baixo ritmo do encontro, o extremo não baixou o nível e continuou constante, como tem sido seu timbre. Fez por ser sempre uma alternativa credível na manobra ofensiva da equipa montada por Abel Ferreira. Atirou ao poste num dos lances mais perigosos do Sp. Braga.

Cláudio Ramos

Confere segurança aos companheiros pela forma serena com que se comporta entre os postes. Fez uma série de defesas de grau de exigência elevado, mas a prestação firme não foi suficiente par manter a baliza a zeros. Merecia mais.

Wilson Eduardo

Muito interventivo no jogo, falhou tecnicamente na finalização. Teve vários lances que podiam ter sido melhor aproveitados, mas ainda assim, foi dos que mais arriscou e mais vezes apareceu em zonas de decisão. Está no lance do golo.