Depois, e quando questionado em relação à aposta pioneira na centralização dos direitos televisivos do clube, Vieira garantiu que foi uma aposta que já está ganha.

«Este é um caso único no Mundo. Não vai encontrar outra televisão de um clube que tenha os próprios direitos de transmissão televisiva. Foi um passo obrigatório para nós. Tivemos de crescer e de nos consolidarmos», começou por dizer.

«Até ao ano passado, as receitas de TV eram responsáveis por 7 por cento da nossa receita anual, enquanto representam entre 40 e 60 por cento das receitas para os 20 clubes das cidades mais ricas do Football Money League da Deloitte. Num ano de operações dos direitos televisivos para BTV, a percentagem multiplicou as receitas por quatro.»