FIGURA: Rodrigo

Assinou de forma sublime um dos momentos do encontro ao marcar o golo do Desp. Aves num livre superiormente cobrado. O brasileiro confirmou o bom momento de forma, colorindo mais uma exibição pujante no lado direito com um momento de fino recorte técnico. Estreia a marcar em Portugal do lateral direito do Desp. Aves, ele que passados poucos minutos esteve perto de repetir a gracinha com um livre semelhante. Muito forte a defender e igualmente útil na manobra ofensiva.

MENÇÃO HONROSA: Nildo

Entrou com agressividade no jogo, embalado pelo golo que adiantou os avenses na meia-final da Taça de Portugal. Muito interventivo, o extremo marcou pelo segundo jogo consecutivo, estando a atravessar um momento de forma invejável. Para além disso marcou um grande golo.

MOMENTO: golo de Nildo (47m)

Grande golo, mais a um. O esquerdino encheu-se de fé e rematou forte com o pé canhoto dando um efeito difícil de explicar. Ricardo Ferreira foi impotente para travar o remate fortíssimo que entrou, uma vez mais, junto ao ângulo superior da sua baliza. Golo no início do segundo tempo, a deixar o Aves numa situação confortável para partir para o triunfo.

OUTROS DESTAQUES

Ponck e Galo

A dupla de centrais do Aves tem encaixado quase na perfeição. O conjunto de José Mota não sofreu qualquer golo nos últimos quatro jogos, muito por força da estabilização da dupla no eixo da defesa. Irrepreensíveis a jogar em antecipação.

Rúben Fernandes

Habitual lateral esquerdo, teve de jogar no eixo da defesa e não comprometeu. Exibição regular ao lado de Felipe, fazendo alguns cortes providenciais quando a equipa de Vítor Oliveira passava por calafrios.

Derley

Exibição de raça coroada com um golo. Lutou muito entre os centrais adversários, deu muito trabalho e nem sempre colheu os frutos. A sete minutos dos noventa fez o golo, à ponta de lança. Festejo imenso, de raiva. Terceiro golo da época.

Nakajima

Assinou o lance mais perigoso do Portimonense, atirando ao poste num remate de primeira. Exibição, ainda assim, mais discreta do que o habitual.